O que nos faz tão especial para sermos escolhidos por Deus?

Deus nos escolhe todos os dias.

Como eu sei que Deus me escolheu?

Vamos começar com um exemplo inocente, como naquele dia na sua infância que você esperava ansiosamente ser escolhido(a) para jogar ou brincar com seus amigos, você aguardava sua vez e quando finalmente te chamavam, você sentia-se feliz e especial, e queria provar seu valor, dar o seu melhor, agora vemos ver da ótica bíblica.

Jesus começa o processo ainda mais atrás, ele mostra para seus seguidores, quando eles nem sequer o procuravam, ele veio procurá-los, quando eles realmente não tinham ideia de que poderiam ser seus discípulos.

Você entende que tipo de confiança isso deveria dar a eles?

Uma das coisas que você nota se você ler o Novo Testamento é quantas e quantas vezes Jesus e os Apóstolos trazem esse conceito, o que ele nos escolheu como um meio de incutir confiança.

No livro de Efésios, temos Paulo desenvolvendo o tema de que: você não escolheu Deus, ele escolheu você.

Durantes as cartas de Paulo a igreja de Efésio, ele não está tentando desvendar os mistérios da predestinação.

O que ele está tentando dizer aos efésios na verdade, é que você está no meio de um mundo onde você se sente oprimido pela oposição e acuado pelas incertezas, no entanto, deve ter sempre em mente a certeza de que Deus o escolheu.

Deus o verá e não importa qual o tamanho dos obstáculos diante de si o que importa é o tamanho do Deus atrás de você.

Mas e os obstáculos?

Deus está em você, então pare de se preocupar com os obstáculos e comece a se concentrar em Deus.

Dar frutos significa que você vai ganhar outras pessoas para Jesus e que seus frutos durarão, não será apenas uma coisa temporária.

Será permanente para o fruto real, fruto eterno, para que, seja o que for que você pedir em seu nome, o pai lhe dará, pois não somos nós que escolhemos a Deus, mas Ele que nos escolhe.

Quando você não tem confiança em si mesmo, deve confiar nos propósitos dEle para você, porque mesmo que você vacile, ele não vai falhar.

Muitas vezes perdemos nossa confiança em Jesus, mas na verdade não é nossa confiança em Jesus que perdemos o que perdemos, é a nossa confiança de que Jesus faria através de nós o que ele disse que faria.

O que isso quer dizer?

Agora mesmo um bom exemplo está em Mateus, onde temos Pedro, que você conhece lá no meio da tempestade, e onde pensam que vão afundar.

E então surgi Jesus, caminhando sobre a água e Pedro pensa algo como “ei Jesus é que se você é você, por que não me convida para sair e me juntar a você na água em Jesus como é?”.

Então Pedro vai para fora do barco, ele está andando sobre a água tudo é incrível, Pedro dá alguns passos olha para as ondas ao seu redor, e então, lembre-se do que ele faz, ele entra em pânico, ele começa a afundar e nesse ponto, sempre dizemos que ele perdeu a confiança em Jesus.

E isso não é verdade, ele ainda está totalmente confiante em Jesus, porque Jesus está indo bem lá em cima na água.

A perda de confiança dele na verdade, não foi quanto a capacidade de Jesus andar sobre a água, ele perdeu a confiança na capacidade de Jesus de fazê-lo andar na água.

E se eu falhar?

Quando você falha, quando sente que está enfrentando obstáculos intransponíveis, seja em seu casamento com seus filhos, sua carreira ou seu ministério, o que você precisa lembrar é que deve ser fiel como quem o chamou.

Deus é capaz de manter ao que se comprometeu naquele dia em que fomos infiéis; Ele será fiel; e quando nós formos incapazes; Ele é capaz, Jesus irá lhe guiar mesmo quando você não tiver um plano, pois ele terá.

O Pai tinha um plano para o seu casamento, ele tinha um plano para sua família, ele tinha um plano para usar você para produzir frutos e nem um pouco disso dependia da sua capacidade, dependia apenas da capacidade dEle de fazê-lo através de você, e você pode confiar nisso.

Deus nós escolhe todos os dias, perdoando nossos pecados, prometendo e cumprindo tudo o que nós foi dito, em seu próprio tempo, mostrando que mesmo em meio as incertezas devemos sempre confiar, crer e amar a Deus.

Pois se o criador de tudo e do maravilhoso mundo em que vivemos, nos escolheu, é por que há algo muito especial guardado para nós.