Jovem aprendiz no Banco do Brasil: como funciona?

Jovem aprendiz no Banco do Brasil: como funciona?

Jovem aprendiz no Banco do Brasil: como funciona?, Como funciona o programa jovem aprendiz no banco do Brasil.

O banco do Brasil não tenho um projeto jovem aprendiz, ele tem dois. Um deles é o programa jovem aprendiz, tradicional que você já ouviu falar, e o outro é o Programa Aprendiz BB.

BB é a sigla de Banco do Brasil. Qual é o ponto positivo nisso tudo? O ponto positivo é que o programa dura
dois anos. São dois anos tendo vale refeição, plano de saúde, vale transporte e ao mesmo tempo uma boa remuneração.

Vai ter o teu dinheiro para fazer aquilo que você quiser sem ter que pedir aquele dinheirinho para o papai ou pra mamãe.

Vai se dono do próprio nariz. Pois bem, vou falar de cada um destes programas pra vocês porque são programas diferentes, idades diferentes e eu comento e trago tudo aqui pra vocês. Eu anotei algumas coisas que eu não
posso deixar de falar pra vocês.

Mas vamos lá, vamos ver o que é que tem de benefício embora eu já falei alguma coisa. No caso do “Aprendiz BB”, ok, você vai ter um salário mínimo por mês.

Você vai ter esses 200 reais de vale alimentação, vale transporte e plano de saúde. Uma falha que as pessoas cometem ou não entendem, que cria confusão é nessa questão do vale transporte. Tem gente que vai procurar vaga na cidade vizinha pensando que o banco vai pagar para ele.

O que? O transporte de uma cidade para a outra. E isso não ocorre. O banco paga a circular, o ônibus coletivo,
para você circular dentro da cidade.

Então não tem jeito. Se na tua cidade não tem um programa implantado, eles não pagam pra você ir a outra cidade.
Então fique bem atento a isso daí.

É dessa maneira que funciona o Vale Transporte. Para você fazer parte desse programa que eu estou dizendo, e estamos conversando agora sobre o “Aprendiz BB” de Banco do Brasil, esse aprendiz BB você tem que entrar nele já com 15 anos completos.

Entendido? “Ah mas eu completo 15 anos daqui uma semana. Posso?” Turma, você tem que conversar com a
empresa que está fazendo a seleção.

Ela que vai dizer se vai aceitar ou se não vai aceitar. Eu não tenho como saber Mas o que o banco deixou bem claro? Ele só aceita quem tem 15 anos completos. Porém você não pode ter completado 16 anos. Então tem que ter mais de15 e menos de 16.

“E se eu completei 16 há uma semana?” De novo quem vai decidir é o banco junto
com essa empresa sem fins lucrativos.

Não adianta perguntar pra mim porque eu não sei o que é que eles vão colocar como regra, como norma. Se vão fazer uma exceção ou não. Tem que conversar com eles. Então 15 anos completos e menos de 16. Por que isso?
Porque provavelmente o programa e só trabalha com menores de 18 anos.

Se contratarem você com 16 anos completos você vai terminar esses dois anos com mais de 18 anos, e aí a política deles não vai aceitar.

Eu falei um pouco com vocês sobre o “Aprendiz BB”.  Que tem essa questão de salário, a questão dessa idade específica. Agora vamos ao outro programa. Se eu não me nencaixo nesse eu posso entrar no outro. que é o programa jovem aprendiz.

Este também está dentro da mesma lei O jovem aprendiz lá vai ter o vale refeição de r$200, plano de saúde, vai ter também o vale transporte que tinha comentado. Só que o salário é um salário mínimo e meio.

Então, enquanto o “Jovem BB” ganha um salário mínimo, que está na faixa de mil reais em média, calculei um pouquinho mais,
são novecentos e e oitenta reais.

Ao passo que ele ganha mil reais, vamos arredondar, o jovem aprendiz no banco do Brasil ganha 1500 reais. É claro que não é tudo isso que vem para o bolso porque vai ter desconto de um percentual do vale
transporte, do plano de saúde, têm desconto de imposto.

Então vai diminuir um pouco, mas perceba que é no grosso, no bruto que a gente fala, no “BB” você ganha mil reais enquanto que no “Jovem aprendiz” você ganha 1500 reais. A idade para você entrar no jovem aprendiz, programa jovem aprendiz seria você ter entre 18 anos e 22.

Então “tenho 17 anos e meio. Posso?” Não pode. Tem que ter 18 anos completos. “Mas eles não abrem uma exceção?” É o que eu falei: tem que conversar com eles.

E eles é que vão determinar se vão abrir uma exceção ou não. Mas… no papel eles pedem… é o seguinte: 18 anos completos. Só que também tem uma limitação de idade máxima.

idade máxima para eles é você ter menos de 22 anos. “Ah mas eu completei 22 anos…” Turma tem que falar com eles, eu não possa resolver nada e nem falar para eles aceitarem o Alexandre… Não tem como.

Então ter 18 anos completos e menos de 22 anos. Certo! 21 anos e 10 meses, 21 anos e 11 meses você
está dentre pode se inscrever.

“E onde é que eu faço o meu cadastro?” É justamente nesses lugares que eles chamam de ESFLs. Que significa
Empresas Sem Fins Lucrativos.

Só que no banco do Brasil, é importante que você entenda, não têm um local fixo. Eles não firmam parceria com o local e falam que é esse lugar em todo o Brasil.

O que eles fazem é: eles verificam quem é que na cidade presta apoio ao jovem e, aí fazem uma parceria com essa empresa. Na maioria das cidades é com o CIEE.

Você tem que ir na tua cidade com várias organizações que trabalham com jovens. Por quê? Porque você vai acabar
descobrindo qual é a entidade ai na sua cidade, seja ONG ou Empresa Sem Fins Lucrativos que trabalha em parceria com o banco do Brasil.

Sabendo você vai nela faz o cadastro e quando tiver oportunidade eles podem chamar você se você se encaixar nos requisitos para fazer parte do jovem aprendiz no banco do Brasil.

Não dependa apenas um lugar. Às vezes você vai no CIEE, faz o seu cadastro e pensa: “eu vou ser chamado para o banco do Brasil”, “eu vou ser chamado pelo banco do Brasil”.

E você só vai descobrir depois de quatro anos, quando você não tem mais idade, que não era o CIEE que fazia o cadastro por banco do Brasil.

Percebeu o problema? Então, tem algo até que o banco diz que é interessante vou ler: “informe-se na região, município, entidades filantrópicas que assistem os jovens.”

Então você tem que ir em seu município para descobrir onde que tem a parceria. O próprio banco diz: “Não me pergunte. Se você tem interesse e vá atrás se informe e construa esse teu caminho.”

Vá atrás e verifique o que você pode fazer. Como eu disse, o cadastro no CIEE abre muitas portas. O banco do Brasil é um deles, mas não quer dizer que na tua cidade vai ser através dele que você vai entrar. Outra coisa interessante o teu carimbo na carteira de trabalho não vai ter o carimbo do banco do Brasil.

Estará tá com o carimbo dessa instituição que acabou fazendo todo o processo seletivo. Uma coisa que pode acontecer é uma empresa prestadora de serviços fazer parceria com essas Entidades Sem Fins Lucrativos, ou empresas sem fins lucrativos, ou ONG, e aí essa empresa que presta serviços no banco, te contrata como
jovem aprendiz ou aprendiz BB, que são nome dos projetos que têm lá.

De qualquer maneira você vai estar ganhando isso que eu falei pra você, você vai ter tudo isso
daqui que eu acabei comentando.

Para quem está entrando no mercado de trabalho e um salário mínimo, turma, é muito bom. você Você que está acompanhando as dicas que eu estou passando, as oportunidades, você sabe que não tem oportunidade de
aprendiz por mais de um salário.

Correto, um salário mínimo. E aqui, no caso da segunda opção, que é o programa jovem aprendiz, ele está dando
um salário e meio.

Então geralmente as maiores rendas que tem para um jovem aprendiz são as instituições bancárias. Algumas até nem falam o quanto pagam mas aqui no banco do Brasil a gente já viu, já sabemos qual que é. Então
pesquise, pergunte.

Uma dica que eu passo para vocês que é importantíssima! Não leve currículo no banco! Tem gente que tá mandando mensagem pra mim, que eu tô ficando desesperado.

A pessoa está querendo ir no banco, pegar uma senha, espera a vez de falar com o gerente para perguntar para o gerente a respeito de processo seletivo.

Isso não dá certo! Você vai ser muito mal visto na tua cidade, na tua região se você fizer isso.

O que eu falo de pesquisa junto a quem trabalha no banco é você procurar alguém que é conhecido teu na hora que ele está em casa para perguntar o que você queria saber a respeito do aprendiz. “Eu queria saber a respeito de estágio”, mas ir no banco é errado! “Mas eu não conheço
ninguém”.

Então não pergunte porque se você for no banco, parar o serviço da pessoa, mesmo que você pegou a senha, é a tua vez… Isso é algo muito feio.

Você pode ir no supermercado e deixar o currículo, numa indústria e deixar o currículo, no hospital deixar o currículo, tudo isso para jovem aprendiz , ou pode lá e perguntar.

Não tem problema nenhum! Mas em banco a gente não faz isso! É um erro muito grave você fazer isso instituição
bancária.

Então é preferível não perguntar, não obter informação e fazer do teu jeito, do que você ir levando um currículo ou parando para perguntar a respeito disso, a respeito do programa jovem aprendiz, Eles esperam que você através das informações do site consiga fazer todo o processo.

O jovem que não consegue fazer isso, não consegue lidar com os problemas e desafios que uma instituição bancária
tem. Então eles descartam você.

Então preste muita atenção a isso, são dicas importantíssimas que eu dou. Estou observando que o vídeo está bem grande, mas tem que ser grande para que você tenha as informações básicas e não venha
cometer os erros.

Sigas as orientações e Boa sorte!

Veja aqui sobre 

COMO CONSEGUIR SER JOVEM APRENDIZ EM UM BANCO

AS EMPRESAS MAIS FÁCEIS DE ENTRAR COMO JOVEM APRENDIZ