Gratidão

GRATIDÃO

Viver uma vida de gratidão é realmente difícil, pois, parece que a nossa natureza humana está mais inclinada a focar nas coisas ruins que nos ocorrem que nas bênçãos tão freqüentes de todos os dias.

A Palavra de Deus nos desafia a uma mudança de foco para enxergar em todas as coisas a presença do cuidado e da bondade de Deus nas circunstâncias e para nos tornar capazes de vislumbrar que ainda em meio às dificuldades existe muito pelo que agradecer. Empenhar-se para ser agradecidos pode mudar bastante nossa vida.

A gratidão nos ajuda a ver o que naturalmente não conseguimos enxergar, mas é importante frisar que esta gratidão não se assemelha à mera etiqueta, não é dizermos obrigado porque somos educados. É sim, ver a misericórdia de Deus operando por trás de cada acontecimento visando o nosso bem, pois, sabemos que Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que o amam e que são chamados de acordo com seu propósito (Romanos 8.28). Ação de graças é algo que está relacionado a alegria: “Alegrai-vos no Senhor, ó justos, e dai louvores ao seu santo nome” (Salmo 97.12), “Ofereçam sacrifícios de ações de graças e proclamem com júbilo as suas obras!” (Salmos 107.22). Portanto, quando agradecemos nos alegramos muito com o que Deus nos tem dado e vemos mais claramente a gloriosa graça de Deus em Cristo. Isso aumentará nossa alegria em Deus. A gratidão é recomendada na Bíblia porque ela nos leva a experimentar a verdadeira alegria.

Peça ajuda ao Espírito Santo para ver a glória de Deus em todas as situações e ter sensibilidade de perceber nelas a misericórdia e a bondade de Deus; reflita na importância das coisas que Deus lhe tem dado lembre-se da saúde, dos alimentos, do trabalho e das bênçãos espirituais; recorde a bênção da salvação que lhe é concedida por Deus mediante a obra realizada por Jesus na cruz.

Sem esta ajuda do Espírito Santo que habita em nós nunca seremos verdadeiramente agradecidos e não enxergaremos a misericórdia de Deus expressas por nós em Cristo. Para nossa alegria rendamos graças a Deus e o louvemos sempre. “Rendei graças ao Senhor, porque a sua misericórdia dura para sempre” (II Crônicas 20.21).