Existe diferença entre o antigo e o novo testamento?

Há conceitos diferentes entre o antigo testamento e o novo? será que cada um deles apresenta o conceito de Deus?

Cada um deles tem uma aliança ou acordo ou o concerto diferente? ou na verdade toda a revelação seja; o antigo e o novo testamento é  um único ensinamento? O mesmo ensino, a mesma aliança?

Como entender todas essas questões, ao analisarmos o antigo e o novo testamento? No final de contas em uma leitura, talvez conseguimos encontrar muita diferença, muitos questionamentos que aparentemente só os estudiosos e teólogos conseguem responder exatamente por isso, hoje, iremos nos aprofundar nessa questão e responder à seguinte pergunta:

O que há de diferente entre o antigo e o novo concerto, tanto antigo testamento, como novo contém várias lições para nós através das vidas de seus personagens falíveis que possuíam a mesma natureza que possuímos, hoje?

A observar suas vidas podemos nos encorajar a confiar em Deus não importando a situação e a não ceder nas coisas pequenas para que possamos ser fiéis depois nas grandes coisas.

Podemos aprender que é melhor confessar nossos pecados com sinceridade logo, ao invés de botar a culpa em outras pessoas.

Podemos aprender a não brincar com o pecado pois o pecado vai nos descobrir e sua mordida é fatal. Podemos também, aprender que precisamos confiar e obedecer a Deus se almejamos experimentar da sua terra prometida ainda nessa vida e do seu paraíso na vida futura.

Aprendemos que se contemplamos o pecado, estamos apenas nos preparando para cometer que tudo isso vemos que, ambos os testamentos tem importância, ele não está ali sem motivo. Mas, será que existe então alguma diferença que devemos aprender para a interpretação correta da bíblia, leis que não são mais válidas por exemplo, ou que não devemos mais seguir?

Situações que foram modificadas pelo novo testamento ou que tiveram ainda uma nova interpretação? Qual a diferença entre o antigo e o novo concerto?

Tendo-se como base, hebreus 13 :21, que usa uma expressão assim: Que o Deus da paz pelo sangue de uma eterna aliança fez subir dentre os mortos o grande pastor de ovelhas nosso senhor Jesus.

Entendemos que na verdade, existe essencialmente só uma aliança e que a antiga e nova aliança são diferentes maneiras, diferentes desdobramentos da aliança eterna de hebreus 13: 20.

Então, nós queremos por exemplo; que a aliança com Adão, aliança com Noé, a aliança com Moisés, a aliança com Davi e depois da nova aliança, elas são apenas desdobramentos do mesmo plano de salvação. A nossa compreensão, ela não é calvinista mas é bem parecida neste aspecto com Calvino, quando entendemos que, na verdade existe uma aliança eterna e que Deus a desdobra em diferentes alianças, para ensinar o mesmo plano de salvação e a tanto que Hebreus 4: 2 diz que, o evangelho foi também anunciado, anunciado aos Israelitas, aí qual é o nosso outro pressuposto que, se as alianças são desdobramentos da única aliança eterna, porque Deus não salvava Israel pela lei e no novo testamento, a igreja pela graça, Deus só salvou por meio de uma forma que, primeira Pedro 18 a 20 diz que; o sangue de cristo, ele é o cordeiro que foi morto, antes da fundação do mundo, então se as alianças são só um desdobramento da

mesma aliança eterna. Nós cremos que o estilo de vida ético é o mesmo para Israel e para a igreja, então nós partimos do pressuposto de que não há na verdade essencialmente, diferença por causa que, o plano de salvação é um só e a um desdobramento histórico dessa graça.

Porque como existe uma aliança eterna, firmada só no sangue então nós cremos que, o plano de salvação é um só e o estilo de vida ético é um só para ambos os testamentos.