Cinco dicas para colocar as finanças do seu negócio em dia

Cinco dicas para colocar as finanças do seu negócio em dia

Para um pequeno empresário, o planejamento financeiro é, sem dúvida, fundamental para a sobrevivência. Em fevereiro, encorajamos você a colocar seus assuntos financeiros em ordem, preparando um roteiro financeiro para o próximo ano. O COVID-19, saques e tumultos e uma economia lenta tiveram um impacto devastador em muitas PMEs. Agora é a hora de assumir o controle e revisar suas prioridades financeiras – talvez com a ajuda de um consultor financeiro ou intermediário confiável.

Aqui estão cinco dicas para colocar as finanças do seu negócio em ordem:

Inclua um orçamento, contabilidade, planejamento tributário, gerenciamento de risco (incluindo seguro e um fundo de emergência) e algumas estimativas para o futuro. Analise suas contas para obter informações sobre o desempenho e acompanhar sua contabilidade para que você possa acompanhar o progresso no alcance de suas metas. Consulte seu intermediário se precisar de ajuda para elaborar um plano prático para os próximos 6 a 12 meses. Os últimos 12 meses provaram que as condições podem mudar muito rapidamente. O seguro deve ser um componente central de um plano financeiro porque o gerenciamento proativo de riscos é essencial.

Facilitando seus impostos: o tempo do imposto geralmente é estressante. Mas não precisa ser desse jeito! Mantenha o controle de seus registros e escrituração para evitar problemas desnecessários mais tarde. Procure maneiras de maximizar suas deduções fiscais para aliviar sua carga tributária. Consulte novamente seu intermediário para obter as melhores maneiras de fazer isso.

Ganhar com o fluxo de caixa: O fluxo de caixa é um problema contínuo para a maioria dos proprietários de pequenas empresas. Leva tempo para gerenciar com eficácia as despesas comerciais diretas e indiretas e os custos gerais. Faça um gráfico de suas entradas e saídas para que você possa entender o que está acontecendo. Que ajustes você pode fazer para aumentar a entrada e a saída? Por exemplo, você consegue negociar melhores tarifas com seus fornecedores? Pode faturar antes? Onde você pode cortar custos? Como você pode melhorar seus processos de folha de pagamento para garantir a continuidade do fluxo de caixa – e funcionários felizes?

Livre-se das dívidas: muitas empresas dependem de algum tipo de dívida. Tente controlá-lo garantindo que o custo do capital emprestado seja menor do que o retorno esperado. Considere pagar a menor dívida primeiro para liberar fundos para pagar a próxima dívida menor e assim por diante, a fim de criar um ciclo positivo para se livrar da dívida.

Mantenha-o separado: deveria ser a regra número um, mas na prática muito poucas pessoas acertam. Tente manter suas finanças pessoais e profissionais separadas, com cartões e contas separados para cada um. Isso permite que você fique muito melhor informado sobre o progresso das metas e desempenho do seu negócio.

É importante lembrar que cada negócio é único e precisa de um plano sob medida. Consulte um consultor financeiro profissional para obter um roteiro holístico para revisar suas finanças logo no início do novo ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.