A ESPOSA DO PASTOR, QUE MORREU SEM CONSEGUIR RESSUSCITÁR, AFIRMA QUE SUA FÉ NÃO FOI ABALADA.

A esposa do pastor, que morreu sem conseguir ressuscitár, afirma que sua fé não foi abalada.

A viúva do pastor Huber, que ganhou as manchetes em todo o país após afirmar que seria ressuscitado três dias após sua morte, disse que o enterro de seu marido não tinha nada a ver com sua fé em Deus.

Huber Carlos Rodrigues enviou uma carta em 2008 na qual afirmava ter recebido uma revelação do Espírito Santo três dias após sua morte sobre sua ressurreição. Ele faleceu no último sábado do dia 22 de agosto e foi sepultado no final da segunda noite do dia 25 de agosto.

Em entrevista à TV Anhanguera, a viuva disse que sua exigência de que o corpo ficasse em uma tumba foi uma demonstração de virtude: “Usamos fé. Todo mundo está contemplando em um céu enorme e claro e uma garoa no fundo do funeral Acho que Deus o levou naquela época. “As pessoas não entendem os mistérios de Deus”, disse Ana Rodrigues.

“Minha integridade física tem que ser totalmente preservada, pois ficarei durante três dias morto, sendo que eu ressuscitarei do 3a dia”, disse o pastor na carta. Meu corpo não terá cheiro nos próximos três dias e não se decompõe, pois Deus preparou minha carne e minha mente para passar por essa experiência. “

Segundo Ana, foi confirmado o que o marido havia escrito: “Eu estive com o corpo dele por três dias e realmente no teve mal cheiro e não teve decomposição.” A pele ainda estava firme. “Deus cumpriu a sua promessa”, afirmou.

Agora que o marido foi enterrado e o caso ganhou atenção nacional, a igreja liderada por Huber deve continuar a se reunir.

“Deus sabe o que está fazendo; minha fé não foi abalada; pelo contrário, foi fortalecida.” “Eu estou com a certeza de que atendi um pedido de meu marido, que fez tanto bem para esta comunidade”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.